Monitoramento, avaliação de desempenho e resultados

O planejamento estratégico para ser efetivo como desenho dos sistemas de coordenação de ação de uma instituição ou empresa, contém definições claras sobre missão, visão de futuro, temas ou eixos estratégicos, objetivos estratégicos, resultados, metas, ações e indicadores que possam ser verificáveis de seus resultados e processos.

Mas isso não se reduz a uma planilha ou sistema estático de informações. O Planejamento Estratégico está distante de ser uma linha férrea, para onde se tem controle quase absoluto das variáveis, e somente alguns raros eventos fogem a este controle.

Para um planejamento estratégico efetivo, o mais relevante não é o sistema de registro, mas, aquele que será adotado para monitoramento e avaliação constante dos resultados definidos. Incluindo nesta perspectiva, a possibilidade de repactuar em parte ou no todo o próprio plano de trabalho, ou incluir ações não previstas que incidem sobre metas e resultados.

Dentro dessa perspectiva, a USINA busca construir junto com cada cliente, um sistema próprio de gestão, monitoramento e avaliação participativo do planejamento estratégico, mantendo a premissa de uma estrutura horizontal, com participação efetiva de diferentes atores que ofereçam um enfoque múltiplo de visão sobre as variáveis que incidem ou incidiram para a realização ou não realização do estabelecido.

Cada instituição tem um sistema distinto, mas o ciclo de monitoramento corresponde a definição clara de quem serão os responsáveis direitos, qual o intervalo de tempo, que processos e meios serão utilizados.